Bookcrossing e a arte de esquecer um livro

Levar um livro para ler no avião enquanto viaja e esquecer no bolsão da poltrona da frente. Emprestar um livro para um amigo e esquecer qual foi o amigo (e o safadinho nunca te devolver). Simplesmente perder o livro em algum lugar. Continue Lendo “Bookcrossing e a arte de esquecer um livro”

Booklet Journal: como se tornar uma pessoa organizada?

(Eu sei que esse título está meio auto-ajuda, mas é mesmo)

Há um tempinho eu escutei falar sobre o método do Booklet Journal, que foi criado por um americano como forma de ajudar as pessoas a ter um pouquinho de organização nessa rotina tão corrida que temos. Na época, não me interessei muito (até porque me sentia A pessoa organizada), mas resolvi testar o método para falar aqui.

Cara, já são 21 dias com meu booklet journal e posso dizer que eu não era uma pessoa nem um pouco organizada antes. Esse negócio de deixar tudo na cabeça é furada – a gente acaba esquecendo as coisas, propositalmente ou não. Eu, por exemplo, esquecia de malhar (quem nunca), se tinha comido direitinho (quem sempre), enfim. Adiava também várias coisas chatas que eu precisava fazer até o último minuto. E o booklet foi tipo passe de mágica!

Vou falar como estruturei o meu, mas a ideia original é você estruturar do jeito mais funcional para a sua rotina, ok?

1. Índice – para ser sincera, nunca usei essa folha, mas deixei separada aqui para ir colocando os capítulos e páginas. Talvez quando o livrinho estiver grosso eu precise consultar.

2. Legendas – isso é bem importante. Eu criei o meu próprio código para sinalizar algumas coisas no meu booklet. Por exemplo:

  • quadradinho = tarefa
  • exclamação = atenção garota, não esquece disso!
  • bolinha = coisas que eu quero pesquisar um dia, mas não necessariamente uma tarefa (gente, sou muito maníaca do google … quem me conhece sabe)
  • quadradinho pintado de verde = tarefa realizada
  • quadradinho pintado de laranja = tarefa adiada
  • quadradinho pintado de vermelho = tarefa não cumprida / não quero mais cumprir

Por enquanto essas são as minhas legendas, mas com o tempo eu incluo novas caso ache necessário. Por que elas são importantes? Gente, qualquer pessoa com autocrítica gostará de ver suas páginas todas verdinhas. Esse é o segredo! 🙂

to do

3. Calendário Mês – no meu caso eu fiz uma listinha com todos os dias do mês e sinalizei datas importantes. Por exemplo: aniversário da minha sobrinha, um casamento etc.

4. Tracking do mês – a minha parte favorita. Coloquei alguns critérios que eu queria acompanhar dia a dia da minha rotina e fiz uma tabela. Se eu cumprisse no dia, verde; se fizesse meia boca, amarelo; e se não fizesse, vermelho. Fiz uma tabela por semana para ter tipo uma nota da minha performance nos meus atributos, que foram: academia, alimentação saudável, meditação e sono (para mim, os pilares de uma vida plena).

tracking 1.jpg
Óbvio que o meu não é assim, mas olha que fofo!

5. Day-by-day – Aí é aquela coisa de listinha mesmo. Todo dia eu chego no trabalho e faço a minha listinha de objetivos / tarefas / pontos a ter atenção do dia. E depois completo com as cores que falei ali no tópico da legenda. Ajuda muito a se organizar, priorizar coisas e deixar a mente mais livre para o que importa: pensar.

day by dat.jpg

Se quiserem se aprofundar nesse assunto, é só colocar a expressão booklet journal no Google. O céu é o limite! 🙂

S.O.S. Alérgicos na Primavera – Dicas de sobrevivência

A primavera é a pior estação do ano para quem é alérgico. Quem tem alergias respiratórias já deve ter reparado que nessa época do ano as coceiras, irritações no nariz, corizas e espirros se intensificam e a explicação é simples: o pólen das flores. No meu caso, meu corpo não espera nem pela primavera: é só setembro chegar para as sessões intermináveis e diárias de espirros começarem…

Para facilitar a vida de quem também é alérgico, separei algumas dicas que ajudam a passar pela estação das flores sem querer arrancar seu nariz, rsrs…

  • Beba MUITA água. Isso em qualquer época do ano, né… Mas na primavera a água ajuda os alérgicos;
  • Mantenha as janelas fechadas (e se der evite sair por aí) durante o amanhecer e o anoitecer, que é quando as plantas liberam mais pólen;
  • Prefira ar condicionado para ventilar o ambiente. Dói no bolso na hora de pagar a conta de luz, mas o ar filtra o pólen;
  • Lave o nariz várias vezes por dia com soro fisiológico. Nada de descongestionante nasal, pelamor! Eles pioram os efeitos da alergia;

 

 

Motorista no Rio, já sabe por onde andar?

Há algumas semanas nós, cariocas e motoristas, começamos a notar algumas sinalizações diferentes nas pistas das ruas e avenidas do Rio de Janeiro, certo? É que há uma semana algumas regras criadas pela prefeitura entraram em vigor de modo a permitir o trânsito das delegações olímpicas com maior facilidade.

Já que as regras não estão tããão bem explicadas assim pelas placas nas ruas, vamos a elas:

FAIXAS PRIORITÁRIAS (multa aplicável a partir de 25 de julho):  

 

São aquelas com a linha azul contínua ou tracejada nas vias de BRS que atualmente os ônibus e táxis ocupam. Agora elas serão ocupadas também pelos veículos credenciados. Também serão faixas prioritárias a Avenida Niemeyer (ida e volta) e as vias da Ilha do Fundão (alunos, não se preocupem, a prefeitura bolou uma forma de monitorar quem foi para passar um tempo lá ou quem está só “cortando caminho”). Ah, importante: essas linhas azuis são prioritárias 24 horas por dia e durante toda a semana, ok?

FAIXAS DEDICADAS (multa aplicável a partir de 31 de julho):      

 

São sinalizadas com a logo Rio 2016 e uma linha contínua ou tracejada verde. Nessas pistas, apenas os veículos credenciados poderão passar. Atenção ao bairro da Barra da Tijuca, as principais vias possuem suas faixas dedicadas.

FAIXAS COMPARTILHADAS (multa não aplicável):

 

São as faixas sinalizadas apenas com a logo Rio 2016. Nesse caso, qualquer veículo pode utilizá-la, mas deverá dar preferência ao fluxo dos carros olímpicos. Digamos que é como deixar a ambulância passar!

A boa notícia é que, embora a gente perca algumas faixas que antes significavam uma redução no trânsito, a maioria das instituições de ensino entrarão em férias coletivas, o que consequentemente acarreta numa redução do fluxo. Ufa! Acho que dará para ser carioca nesse período. 🙂

3 truques escondidos do Snapchat

Que o Snapchat chegou para ficar a gente já sabe, né? Até tem uma galera que se recusa a usar porque acha bobo (ou não quer ficar viciado em mais uma rede social, sejamos transparentes), mas a verdade é que só no Brasil já são mais de 200 milhões de usuários, totalizando mais de 8 mil publicações por segundo no app. Bizarro, né!

E por conta disso, resolvemos escrever sobre três truques no Snap que descobrimos recentemente e que já amamos.

1 – Enviar para o My story

Sempre que eu ia publicar um snap no “my story”, eu apertava aquela setinha no canto, selecionava “my story” e publicava. Isso leva tipo 3 segundos, mas tem uma alternativa melhor que não toma nem 1 segundinho e que pode ser a explicação para aquelas blogueiras passarem horas falando sem perderem o fio da meada (como pode, gente?!).

Depois que você faz a foto ou o vídeo, é só clicar naquele quadradinho com um + na parte inferior da tela que o snap vai voando para o seu feed!

snap1.jpg
A primeira é com o filtro azulado – setinha indica onde vocês devem clicar para mandar para o My Story rapidinho.

2 – Usar mais de um filtro

Sabe aquela hora em que você quer usar o filtro-que-te-deixa-com-a-pele-linda junto com o do evento que você está / horário / localização / velocidade /whatever e tem que escolher entre as duas opções? Tem solução!

Para usar dois filtros ao mesmo tempo é fácil. Primeiro você escolhe um filtro daqueles de cor, daí segurando o dedo na tela, você usa a outra mão para selecionar o outro filtro. Prontinho 🙂

snap2.jpg
Coloquei o filtro azulado, segurei a tela com o dedo e arrastei com o outro dedo para o lado até chegar no filtro do horário. Só soltar os dois dedos e assim ficará 🙂

3 – Colocar mais de uma cor no texto

Siiiim, o snap te deixa colocar um texto multicolor se você quiser. Primeiro você escreve o texto normalmente, daí depois você segura o dedo no texto e clica em selecionar. Basta escolher a parte do texto que você quer colorir e modificar a cor normalmente apertando aquele ícone da cor no canto superior direito. Depois você seleciona o resto do texto e coloca a outra cor desejada. Easy, peasy! 😛

snap3.jpg
A primeira está com o filtro azulado, daí cliquei em escrever o texto, selecionei o texto que queria modificar a cor e alterei lá em cima no comando de cor!

Se tiverem mais alguma dica escondida do Snap para compartilharem com a gente ou alguma dúvida na execução de algo que explicamos, comentem aqui embaixo que a gente se ajuda. Se você não usa Snapchat, vamos fazer o download já! Qualquer dia publicamos a lista dos nossos snapchatters favoritos. ❤

Ps: desculpem pela overdose da minha cara!