4 dias em Recife (e uma vida inteira querendo voltar pra lá)

“Recife eu te dou meu coração…” já cantava Lenine. E eu dou mesmo! Foi só passar um único feriado de 4 dias na cidade para me apaixonar completamente pelo lugar! Se você ainda não conhece Recife, aproveita as dicas que vou dar neste post para planejar o próximo feriado (ainda temos alguns feriados no segundo semestre, ô ano bom!). Vamos ao que interessa?

Roteiro:

(Lembrando que ninguém precisa seguir a ordem do meu roteiro, ok?)

Dia 1:

Já fui logo para Porto de Galinhas e Praia dos Carneiros, que ficam a 40min e a 2h de distância de Recife, especificamente. Eram dois lugares que eu fazia absoluta questão de conhecer, então tirei um diazinho, mas dá pra passar vários nessas duas praias! Aconselho ir pra Porto de Galinhas beeeeeeeeeeeem cedo, mas bem cedo mesmo! É que a maré tá baixa de manhã e aí se formam aquelas piscinas naturais cheias de peixes coloridos. Depois que você nadar com os peixes, recomendo seguir a viagem até Carneiros! São duas praias encantadoras, mas gostei mais de Carneiros…

18582130_10212632118138742_9197211995736113222_n
A famosa igrejinha da Praia dos Carneiros
18558659_10212631943254370_6959889306588375570_o
O irresistível mergulho em Porto de Galinhas

 

Dia 2: 

Olinda + Recife Antigo. Se perder nas ruas de Olinda. Bater na porta do Alceu Valença. Fazer selfies no mirante do Alto da Sé. Comprar uma lembrancinha no Centro de Artesanato. Entrar no Convento de São Francisco. No Recife Antigo, pisar no Marco Zero, caminhar na Rua do Bom Jesus, se deliciar no Cais do Sertão e no Paço do Frevo. Ir até a Casa de Cultura (antiga Casa de Detenção) e comprar outra lembrancinha. Almoçar no Mercado Boa Vista. Pronto, resumo de um dia ~intenso~ e perfeito.

Dia 3:

Fiz um passeio de barco para conhecer o litoral norte – Ilha de Itamaracá e Coroa do Avião. Recomendo fortemente. São lindas também!

 

Dia 4:

“Eu lembro da moça bonita da praia de Boa Viagem…”. Dei uma voltinha na Praia de Boa Viagem (mas nada de mergulho porque tem tubarão) e almocei na região do Marco Zero (lá tem uns restaurantes ótimos). Depois segui minha viagem de volta, mas se tivesse tempo ainda faria um Instituto Ricardo Brennand (fica a dica)!

Hospedagem:

Boa Viagem é a área com mais opção de hospedagens e também a mais perto do aeroporto!

Alimentação:

Como mencionei acima, comer no Mercado Boa Vista e em algum restaurante da região do Marco Zero são ótimas opções!

Observações:

-Tem que pagar uma taxa para entrar na Praia dos Carneiros (algo em torno de 20 reais)

-O Cais do Sertão e o Paço do Frevo são dois museus que valem MUUUUITO a pena. Especialmente o Cais do Sertão! Fiquei horas entretida por lá e olha que me entreter por horas é difícil!

-Coma muito bolo de rolo. Aproveite. Leve pra casa – e me dê um pedaço.

-Você vai se apaixonar por Recife no primeiro minuto.

18582450_10212632128979013_4990911178299461580_n

Autor: Babi

Carioca, DJ, botafoguense, comunicadora, viajante e sonhadora que quando fica inspirada brinca de ser escritora.

Uma consideração sobre “4 dias em Recife (e uma vida inteira querendo voltar pra lá)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s