Serendipity

Serendipity é uma palavra inglesa sem tradução no português que significa encontrar algo bom sem estar procurando; uma descoberta feliz ao acaso. Bom, foi exatamente isso o que aconteceu quando eu fui parar em Serendipity Beach, em Sihanoukville, no Camboja. É que o planejamento inicial da minha viagem seria ir para a Indonésia depois de Siem Reap, mas como final de novembro/março é a época de monção e com monção asiática a gente não brinca, a Indonésia foi deixada para outra oportunidade. Sendo assim, pra onde ir?

Myanmar e Cingapura foram as primeiras sugestões, mas logo desisti delas (a cidade que eu queria ir em Myanmar foi muito abalada por terremotos no final de setembro/início de outubro e Cingapura é muito cara e cheia de proibições). Só me restou abrir o Google Maps e procurar por um destino que fosse viável ali pela Ásia. Aí vi uma bolinha no litoral do Camboja e foi a primeira vez que me toquei que o Camboja tem litoral. Dei zoom e me deparei com a cidade de Sihanoukville. Depois de uma breve pesquisada, vi que as pessoas iam pra lá e faziam passeios para umas ilhas próximas que eram simplesmente maravilhosas! Vi que o point de Sihanoukville era Serendipity Beach. Serendipity. Eu, que sempre gostei dessa palavra e de seu significado, bati o martelo: tenho que ir pra lá! É um sinal!

O destino ainda é pouco conhecido pelos brasileiros. Só vi 2 blogs em português com dicas sobre o local e durante minha estadia não encontrei nenhum brazuca. É que na realidade Sihanoukville está começando a ser descoberta pelos turistas. É uma cidade extremamente pobre e a população, extremamente carente, tenta se aproveitar do turismo para melhorar de vida. Isso é chato para quem está de férias e olha que moro no RJ e estou super acostumada a ser abordada na praia e na rua por vendedores ambulantes. É que em Sihanoukville eles não só te abordam, eles tentam te convencer de todas as maneiras a comprar aquela miçanga ou a fazer a unha (sim, muitas mulheres passam nas praias pra vender serviços de manicure e pedicure, depilação…), mesmo você já tendo negado desde o início. Essa insistência é muito chata, mas completamente compreensível por causa da carência da população.

img_20161127_174032

Serendipity Beach é onde tudo acontece. Vários barzinhos na praia com música e DJ durante a noite, queima de fogos, lançamento de lanternas tailandesas, etc etc (tem até pubcrawl).  A praia em si não é muito limpa por causa disso e porque é lá que fica o píer, de onde saem os barcos para as ilhas próximas. Pra curtir uma praia por lá, preferi ir para Otres Beach (tem Otres 1 e Otres 2, fui nas duas!). A água é morninha, sem onda, sem peixes que te pinicam, tem infraestrutura caso você sinta fome, sede ou queira ir no banheiro e é bem perto de Serendipity Beach.

Obviamente aproveitei que estava em Sihanoukville e fiz um passeio de barco para conhecer as ilhas da região, Koh Rong, Koh Rong Samloem e Koh Thas. Encontrei em Koh Rong Samloem uma das praias mais lindas que já fui na vida! Areia branca e fofa, aquele mar com vários tons de azul, água calminha e morna, silêncio, praia deserta. Simplesmente maravilhosa. Lá eu só pensava: que serendipity! Que achado! Obrigada, Google Maps, por ter colocado aquela bolinha em cima de Sihanoukville! Rsrs

E é com essa descoberta maravilhosa que eu chego no fim da viagem e sigo novamente para Bangkok, para começar minha volta para casa.

Anúncios

Autor: Babi

Carioca, DJ, botafoguense, comunicadora, viajante e sonhadora que quando fica inspirada brinca de ser escritora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s