Koh Phi Phi e a coleção de paraísos

Ir de Koh Phangan pra Koh Phi Phi é uma viagem tão longa e cansativa (tem que pegar Ferry, ônibus e outro Ferry, num total de 10h viajando) que cheguei a pensar se realmente valeria a pena fazer esse deslocamento todo. Bastou chegar no porto de Phi Phi para que o azul da água me convencesse que sim.

Com uma nightlife tão agitada quanto a de Koh Phangan, em Phi Phi dormir é um verbo que a gente não conjuga. Isso porque os passeios saem bem cedo. Logo no primeiro dia, estava de pé antes das 6h pra conhecer Maya Bay, a famosa praia do filme do Leonardo Di Caprio.

Já sabendo que quanto mais cedo chegar em Maya Bay, melhor, posso dizer com toda a felicidade que cada segundo não dormido valeu a pena!

Há quem vá pra lá mais tarde, mas aí esteja preparado pra enfrentar a farofa turística: todo mundo vai pra lá e fica impossível curtir o visual ou tirar uma foto legal.

Nesse dia ainda fiz um outro passeio, durante a tarde, e tive a honra de ver o pôr do sol diretamente do mar em Maya Bay. Foi o sunset mais bonito da minha vida! Logo depois o passeio levou a gente pra uma outra ilha onde nadariamos com plânctons, mas… tô esperando pra vê-los até agora…

Se os plânctons são decepcionantes, os peixes de Phi Phi são surpreendentes. Lindos, mas chatos. Vão em cima de você, te beliscam, acham que você é comida… Odiei essa parte, mas se você gosta de peixes em cima de você, vai amar! Se tiver sorte ainda consegue nadar com tubarões no Shark Point. Graças a Deus sou azarada!

Um paraíso aqui, um paraíso ali, de barco você vai colecionando lugares fantásticos! E se cansar do barco, basta fazer uma trilha de 2,5km de subida (prepara a perna e o pulmão!) pra ver a ilha de cima, no View Point. É estranho pensar que há pouco mais de 10 anos tudo foi destruído por um tsunami e que hoje não há vestígios daquela tragédia (a não ser pela existência de placas com rotas de fuga e pelo próprio View Point, que é o lugar mais alto de Phi Phi e pra onde todos devem ir caso a natureza resolva mandar outro tsunami).

Phi Phi já tem um lugar querido no meu coração. Próxima parada: Railay!

img_20161118_191513

Anúncios

Autor: Babi

Carioca, DJ, botafoguense, comunicadora, viajante e sonhadora que quando fica inspirada brinca de ser escritora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s